Vamos mudar?



Estamos em contagem regressiva para o novo ano. Fazemos planos, olhamos para trás e vemos o que deu certo e o que não deu. Esse ano foi pesado demais, não? Não falo de uma visão individual, mas por um lado coletivo. No Brasil e no mundo coisas não tão boas aconteceram. Guerras, assassinatos, fúria da natureza, a miséria sempre aparecendo na televisão -e na minha cidade- mensalão, enchentes e crianças no meio disso tudo.

Ainda bem que o ano foi devidamente criado com 12 meses. Que bom. Acredito que não agüentaria nem mais um mês desse ano. É claro que em janeiro continuam os mesmos problemas, mas é o primeiro mês do ano que vem e essa virada do dia 31 parece que descarrega todo o peso das costas de um ano pesado demais e nos dá mais forças para continuar.

Continuar é preciso galera. Assim como viver também o é. Não adianta ficar reclamando de que tudo está uma canseira só. Precisamos encontrar ânimo e força entre todas essas loucuras da humanidade – do qual fazemos parte – e olhar para frente, traçar a meta, reta, seta e seguir. Se tiver que fazer uma curva: faça! Porém saiba para onde ir. Evite ficar divagando pela vida como um barco à deriva sem rumo e sem propósito.

Acredito que um dos maiores males da humanidade do século 21 é a indiferença. Indiferença na escola, na rua, em casa, com a própria vida. Conseguimos ser indiferentes com os nossos próprios sonhos. Com o nosso trabalho, com os filhos, família. Ninguém se choca com nada. Se fulano morreu, matou, está com fome, está desviando dinheiro, se a água é um elemento natural que não é renovável (e daí? Pensam os indiferentes, eu nem estarei mais vivo quando isso acontecer). E o aquecimento global? O lixo na rua? E a evasão escolar? E os jovens que, na sua grande maioria, não pensam que daqui, mais ou menos, uns dez anos eles precisarão de um emprego, estarão casados – ou não. Por que eles não enxergam que HOJE é o dia para mudar o futuro deles?

Esse texto começou com uma reflexão sobre fim de ano e terminou cheio de perguntas. Mas fica a dica de uma pessoa que não consegue ser indiferente a tudo que vê por aí.

Vamos mudar? Começando pela gente, depois pelos mais próximos e por aí vai. Tipo um efeito dominó. Sonhadora sim. Louca sempre. Acredito muito que um dia, quem sabe no final do ano que vem, eu esteja festejando algum avanço do homem – não somente tecnológico – por esse mundo afora.

FELIZ NATAL E UM ANO NOVO MENOS INDIFERENTE

Com carinho, amor e esperança

Ju
8 Responses
  1. Nívea Says:

    Feliz natal, e um ano novo diferente!!!

    A indiferença não tem cor, não tem som, não tem sabor... E eh triste a vida assim.
    Então, desejo-te brilho em 2010. Vida e enrgias positivas meu bem!

    Eu aceito mudar! Sou uma pecinha de dominó nesse jogo da vida. ;D


    Belo texto. Sábia disposição de palavras. Como sempre encontro por cá!

    beijo grande
    Nii


  2. Nos resta tentar fazer por onde que o novo ano venha com mais tranquilidade e que tenhamos mais fé! Fé é o que precisamos!!!

    Belo Texto, Juliana!

    Abraços


  3. JULIANA, seu texto é tão honesto e sincero que poderia ser resumido nesta sua frase,definitiva:

    "Ainda bem que o ano foi devidamente criado com 12 meses. Que bom. Acredito que não agüentaria nem mais um mês desse ano".

    Muito bom e nota-se que não é só Papai Nole e está de saco cheio!
    Realmente concordo com você e ano que vem estaremos juntos, para organizarmos esta bagunça.Certo? (rs)

    Certo?

    Um abração carioca, um bom Natal e fique com DEUS!


  4. Rafaela Says:

    Oi amiga um Feliz natal pra vc tb e um ano maravilhoso. Sinto muito sua falta, eu aceito mudar tb, te gosto muito viu?

    bjbjbjbj


  5. Gigio Amaral Says:

    Feliz natal pra ti e pra tua família e vamos pras cabeças...rsrsrs, ahhh adorei o texto, sensível, inteligente, assim como vc! bjão


  6. daniele Says:

    Estamos cansados mesmo...de tanto acreditar q tudo vai mudar e nada muda. Vamos mudar sim, o único jeito é a gente fazer a nossa parte, como sempre.Só que até fazer a nossa parte tá cansativo já, tá difícil.

    Adoro seu blog, feliz natal, parabéns.


  7. Marcelo Says:

    legal

    meu texto eu fiz depois da apresentção de ballet da minha afiliada..

    mas nem sempre eu sou bonzinho na escrita....

    beijoss


  8. Joana Says:

    Ju um feliz natal pra vc e pra sua família. O seu texto é perfeito, tb acho que temos q mudar de alguma forma...bjão