Sou movida a tudo que me toca. Sou movida a tudo que sonho, a tudo que amo. Sou movida pela esperança de um dia me dar por satisfeita. Sei que esse dia não chegará, sou uma desassossegada! Enquanto estiver aqui, neste mundo, nesta vida, vou amar até o fim, viver até o meu limite, chorar de amor, de dor, de alívio e de felicidade. O que ainda vou conquistar só depende de mim e da minha fé. Sigo em frente, olho para trás, apenas para refrescar a memória de tudo que me machucou, de tudo que não deu certo, de tudo que bateu e voltou. Vou dizer o que preciso, nada guardarei, vou desabafar, vou me aliviar, esvaziar o coração para enchê-lo de novo (somente do que for bom). Sendo assim, tento chegar perto da compreensão e da tolerância de que tanto necessito.
4 Responses
  1. Dê Sousa Says:

    A foto tá linda e o texto mais ainda, adorei.


  2. Dany Says:

    Queridona adoro teus textos. bjs


  3. *Pérola* Says:

    Seus textos estão cada dia mais lindos! orgulho da amiga rsrs
    beijão Ju


  4. Rafa Moraes Says:

    Ahhh adoro!