Politicamente correto




Outro dia estava analisando o fato de que todo mundo resolveu ser politicamente correto. Parece que é uma febre mundial de querer ser o bom samaritano número um do mundo. É uma onda geral, seja em Orkuts, Facebooks, Twitter e blá blá blá. Não estou criticando quem deseja ser correto na sua essência da palavra (apesar de todos nós sabermos que isso é muito difícil). Porém critico aqueles que seguem a correnteza de acordo com as suas necessidades.

Queridos, não defendam causas que vocês não poderão sustentar. É sério. Se você tentar defender uma causa apenas pelo fato desta estar na “moda”, pouco você acrescentará. Sou usuária do Twitter a mais ou menos um ano. E pelo que vejo o Twitter virou a porta dos “revolucionários” de plantão. Em poucos segundos, coloca-se em evidência uma causa (justa ou não) e em poucas horas depois, ninguém lembra mais o que foi defendido ou acusado.

Exemplos:
1-    1-Os revolucionários do Twitter meteram o pau no Dep. Bolsonaro – reacionário por opção, ser que defende a Ditadura Militar, é contra cotas nas Universidades, exerce todos os tipos de preconceitos possíveis e outros assuntos polêmicos – três dias depois não se falava mais nisso. Sarney está lá no congresso, alguém faz algo? Não, ninguém. Mas fico pasma que 40 mil pessoas lotem um estádio para ver um tal jogador ser apresentado ao time. Esses 40 mil teriam força se reivindicassem algo dos nossos governantes, (pausa dramática).
2-     
2-    2-Questão Arezzo: A marca de sapatos (caríssima por sinal) foi detonada durante dois dias seguidos no twitter por conter na sua recente coleção peles de animais: sapatos, bolsas e casacos (alguns no valor de 1.500 reais). Aconteceu algo? Sim aconteceu, a marca retirou seus produtos das lojas pedindo desculpas a todos pelo ato. Sabe o que a galera do twitter fez? Foram comemorar em uma churrascaria com muita carne de animal no prato (pausa para ironia).
3-     
3     3-Outro dia nos TT’s do Twitter (os assuntos mais falados do dia, mais ou menos isso) estava em número um o tema: “Orgulho FHC”. (os revolucionários são da direita minha gente, não da esquerda).

Não estou aqui para julgar ninguém. Cada um tem o direito de exercer sua opinião e o seu livre arbítrio. Porém costumo dizer que é muita gente mal informada espalhando sua desinformação na net. E os politicamente corretos caem, por não sustentarem suas causas, por não acreditarem no que dizem. Vão de acordo com a “onda”. Mesmo que essa “onda” seja um tsunami de besteiras ou modismos.

Há uma obsessão em querer ser politicamente correto, salvar o mundo, defender causas nobres. Mas todos adoram banho quente, adoram lavar a calçada com a mangueira, jogam lixo no chão, não fazem coleta seletiva, gastam MUITA água e a grande maioria bateu palma para o Obama quando ele veio aqui no Brasil (lembrando que os EUA se negaram a assinar no Encontro de Copenhagen a responsabilidade em diminuir os gases poluentes ao planeta). Enfim, o mundo enlouqueceu. Essa obsessão em querer ser “bonzinho” está tão forte que muitos se esqueceram de entender aqueles que possuem opiniões diferentes. 

Às vezes defendemos causas muito boas e com as melhores das intenções, mas algumas atitudes erradas estragam tudo. Porque nem sempre somos perfeitos para pregar a Paz e o Amor pelo mundo. Muitas das vezes não temos essa Paz e esse Amor dentro da gente.

Reflitam: Vamos tentar melhorar como pessoas, para depois tentarmos resolver os problemas do mundo. Porque, acredito eu, que o problema do mundo somos nós mesmos.


P.s. Queridos, a votação do post anterior (Concurso Prefácio ) continua até o dia 27/04. Quem puder votar novamente, se for possível, agradeço. Segue o link: http://olivreiro.com.br/prefacio_leoni/prefacio/41



28 Responses
  1. Lindo Post Flor!
    e já votei novamente.
    Feliz Páscoa
    Beijos


  2. Cristiane Says:

    Muito bom, Juliana! Vontade de diivulgar esse texto no meu FB! Eu acredito que os modismos acabam prejudicando quem não sabe quem é, o que quer e o que acredita da vida! Belo post, querida.
    Bjks


  3. A. Reiffer Says:

    Disseste muito bem, parabéns, Juliana! Abraços!


  4. Tem essa necessidade no ser humano de ser alguém. Então, participa-se de algo de qualquer jeito. Têm muitos escritos pela rede que são uma afronta ao bom senso. Esse é um lugar que nem quando alguém fala: se eu não tenho algo interessante para dizer, então me calo. Mas vai de a gente observar o que vale ser lido, considerado.

    E tem também aqueles chatos, cujo único objetivo na vida é perturbar.

    Essa da churrascaria foi ótima, pra não dizer outra coisa, ruim.


  5. Cantinho She Says:

    Olá queridona, passando para te desejar uma feliz Páscoa! Volto para te ler com calma depois, agora vou lá votar de novo...hehe
    Bjo, bjo!



  6. OI JU...FELIZ PÁSCOA! UMA SEMANA DE MUITA LUZ...BJS


  7. adorei o blog.. cheio de pensamentos recheados de sentimentos..
    sem contar as fotos, que dão um toque final ao resto, fechando com chave de ouro cada post.

    amei também seu lay. achei muito perfeito :)

    já estou te seguindo :)


  8. Há uma linha muito tênue que separam os críticos e os que tem opinião dos chatos... tem muita gente que ser perde entre os dois lados.

    Parabéns pelo blog!


  9. Sam. Says:

    Ow sumidinha querida, tava com saudades de tuas postagens...

    e por sinal adorei essa postagem!

    Como dizia Fernando Pessoa: "Estou farto de semideuses!Onde é que há gente no mundo?

    Parabéns pelo post, Ju!!

    Linda semana pra ti, guria!!

    Beijoooo!!


  10. Oi Juliana! Sou sua seguidora a um tempo.
    Interessante e polêmico seu texto menina!
    Eu sou bipolar e sempre temi assumir, porque "achava" que não era politicamente correta assumir e me tratar,temia as opinioes...
    Agora assumi, me trato, sou bastante criticada,por pessoas que acham que isto é "frescura" mas hoje vivo muito melhor!!
    Parabéns!
    Mas vim pra desejar Feliz Pascoa!!

    " Não foram os pregos que seguraram Jesus naquela cruz,
    mas o amor Dele, por mim e por você"
    Ah! Mas Ele Vive! Aleluia!

    Bjus
    Tchauuuuuuu querida.
    Marly


  11. Maria José Says:

    Olá amiga. Estive ausente durante a Semana Santa. Agora de volta, após a Páscoa, desejo-lhe renovação constante com muitas bênçãos em sua vida. Beijos.


  12. E.A. Says:

    Bem nessa, Juliana! Tem muito revolucionário que não tira a bunda da cadeira. Mas peraí, isso é ser revolucionário?
    :
    Abraço.


  13. .:*Aline*:. Says:

    "...o problema do mundo somos nós mesmos."
    Ju, vc disse tudo nessa frase.
    Não adianta querer mudar o mundo se nós mesmo não mudamos. Queremos ser bonzinhos e corretos, julgamos pessoas, mas deslizamos em muitos pontos.
    Devemos antes de tudo tentar nos conscientizarmos quanto às nossas atitudes.


  14. Socorro Melo Says:

    Oi, Juliana!

    Bastante oportuno o seu texto. Gostei mesmo. Concordo com você, o que há, na verdade, é um modismo sem precedentes,infelizmente.

    Vou votar, com prazer.

    Beijos
    Socorro Melo


  15. Rô... Says:

    oi Ju,

    que beleza de texto,
    concordo em tudo que disse,
    os modismos estão correndo livres por todo canto,e a maioria vai na onda...

    veja aqui mesmo na blogosfera(como chamam)
    existem milhares de blogs de tendência de moda,antenadas,como usar isso,aquilo como se isso fosse regra,
    se todos tivessem que ser rotulados e padronizados,

    chatice,
    falta de personalidade,
    penso que tem que lutar,usar, falar,
    naquilo que realmente acredita,
    sem acompanhar modismos!

    beijinhos
    linda terça


  16. Realmente, isso virou modinha mesmo -- ' Parabéns pelo texto Juliana, muito bem questionado, te seguindo aqui (: Beijos.


  17. Havia passado no seu blog há algumas horas. E realmente, questionei se foi você mesma que havia feito aquilo. Uma tremenda covardia, para mim. E acredito que tomou a atitude certa ao ter me procurado para defender-se. Por que eu realmente estava em silêncio. Mas já estava achando que "você" ia me prejudicar. rs

    Entra em contato por e-mail: thaisliraoficial@hotmail.com

    Vamos resolver isso juntas.

    Obrigada por seguir o ponto da Lira.


  18. | A.Luiz.D | Says:

    Muito bom esse texto, até recomendei..
    Síndrome Bil gates vs Dalai Lama.

    Vlw pelas visita...
    Tenho muitas inspirações sempre, até sem querer..


    bjs


  19. Carol Morais Says:

    Minha flor,
    concordo plenamente com você! Se alguém deseja defender uma causa, ou levantar uma bandeira, que o faça até o fim! E com seriedade!
    ótimo post!


  20. É engraçado isso mesmo, eu sempre fico de fora dessas coisas, e quando posto algo, sempre posto sendo contra. Essa febre sobre o casamento real, eu já cansei, no twitter é só o que se fala e eu não aguento mais, xingo muito, rs
    As pessoas parecem robôs, agem igual, falam de coisas iguais, coisas que fogem da realidade delas, ou não, mas que não faz diferença, ou se faz, como na política, falam mal só pra ir na onda e não porque acham que algo mudará;


  21. www.celularespiao.org

    Se você precisar de um Grampo para telefone Celular, saiba que somos pioneiros na confecção destes equipamentos. Escuta de celular ou grampo telefonico Você grava tudo de forma totalmente segura e oculta e ainda pode receber as suas gravações por e-mail.


  22. Dri Andrade Says:

    Ju feliz\ dia das mães!
    beijos


  23. Ola'!
    Concordo com vc! Essa historia do POLITICAMENTE CORRETO se nao tomamos cuidado faz de nos, HIPOCRITAS!

    Vi que tb e' leitora da Flavia M. - que eu adoro!
    Hoje la' no BLOG postei sobre a RETROSPECTIVA DOS 11 ANOS. Gostaria de te convidar para participar!
    Bjka!

    Se quiser publicar o link:
    http://umaesposaexpatriada.blogspot.com/2011/05/retrospectiva-11-anos-voce-vem-rc.html

    Se nao quiser, tudo bem... eu entendo...


  24. Cantinho She Says:

    Beijo, beijoooooo! E o resultado do concurso saiu? ;)


  25. Brunno Leal Says:

    Bela verdade, Juliana.
    Acho que posso dizer que caminho na contra-mão dessa 'tendência'. Acho. rs
    Beijos!


  26. ººº
    Dissecando o Twitter, não sei se a popularização dessa rede social será a causadora da morte de inúmeros blogues.

    Sim, a blogosfera nunca precisou do Twitter para viver ou morrer, a mesma sempre esteve repleta de blogues recém-nascidos, alguns imaturos, à deriva, quiçá, moribundos. Porque, manter um blogue actualizado todos os dias ao melhor nível dá muito, muito trabalho ( por isso, eu apostei em photoblogues, não dão tanto trabalho, lol ) e nesse sentido o Twitter é a Ilha do Paraíso da Internet, onde se pode passar férias merecidas. Alguns escolhem não regressar.

    Eu, continuarei fiel aos tradicionais blogues … até que a morte nos separe!

    Confesso, tenho Twitter, HI5, Orkut, Facebook, Fotolog e até Flogão, aliás faz parte da globalização, mas continuo a ter um carinho muito especial pelos blogues e respectiva blogosfera.

    Óbviamente, os blogues não desaparecem, os autores apenas se transferem para o Twitter, felizes da vida por terem encontrado uma forma mais prática de prosseguir a sua presença na Web sem deixar de interagir e comunicar com os outros.

    Os blogues por sua vez, continuarão enquanto for visto como uma vocação, um prazer, um acto de comunicação mais profundo, uma forma de dizer, através da escrita ou da fotografia; – “que sou um individuo, que estou aqui e sinto que tenho alguma coisa a partilhar, tais como, ideias, histórias, convicções e sentimentos”.

    Viva a blogosfera!!!


  27. Sarah Minini Says:

    É uma conspiração, vc não sabe? A bolha positivista sempre atacando!