Menos




Eu queria muito ser um pouco menos dramática, chorona, insegura, louca, teimosa. Queria muito ser menos. Diminuir, abstrair, absorver, controlar. Não consigo, eu sou muito mais. Demais, mais, mais, mais... Eu tento abraçar o mundo, ao mesmo tempo, a toda hora, passando da conta. Quando me percebo estou lá: com a pontinha do pé, na beira do abismo, pronta pra ser engolida pela crua e real realidade.

A minha realidade é que eu sou exageradamente passional. Quando quero, eu quero muito. Quando eu choro, eu choro muito. Quando me decepciono, eu me decepciono muito. Meu Deus queria um pouquinho, só um pouquinho ser menos, para deixar de dar minhas lágrimas de bandeja por aí. Chega dessa dor no estômago, desse soco imaginário bem lá na boca do estômago. Me deixa ser menos, porque eu não consigo mais ver minhas vontades, meus sonhos irreais, ultrapassarem os meus limites e me levarem junto, para depois me jogarem lá de cima, sem dó nem piedade.

33 Responses
  1. Não se trata do desejo de ser menos do que se é, mas de poder-se ter com a mesma intensidade com que se dá.
    Não jogue ainda a toalha, pois deixando de ser intensa como é, deixa de ser verdadeira, deixa de ser real e pode passar desta vida ser apenas mera passageira...

    Beijos


  2. Você reclama de sua intensidade...ser assim é o que lhe faz ser quem é.Vá além do abismo, quem lhe garante que irá de fato cair?E se cair, levante-se...tens ousadia para tal.
    Beijos


  3. Nunca devemos deixar nossa intensidade de vida de lado,,seja sempre assim, é sua alma que expressa...grande beijo de bom final de semana.


  4. José Sousa Says:

    Olá Juliana!
    Encontrei este seu blog belissimo e gostei. Vou continuar a ser seu seguidor e seja meu tambem lá em meus espaços.

    Um abração e um beijo no coração, bom fim de semana.

    José Sousa


  5. Pérola Says:

    Texto lindo, Ju! E totalmene você, com toda a sua intensidade e autenticidade!
    Por isso que eu te amo, porque vcê é... simplesmente você mesma!
    beijão


  6. encontrar blogs como seu, tão bem redigidos, é realmente um bálsamo para alguns internautas... ao ler preso na vida de quem eu parei para pensar sobre minha vida. Não estou copiando ninguém, porém não consigo seguir em frente e escrever minha própria história. Quero ter ânimo para sentar e estudar, traçar objetivos e realmente buscar a realização...
    obrigada por me ajudar a enxergar que todos podemos e devemos sair do casulo!


  7. Jéll C. Says:

    Vale muito mais ser mais do que ser mais ou menos. ;) ;**


  8. KINHA Says:

    Olá Juliana

    Somos o que somos querida, e não tente mudar, pois aí está a sua essência...

    Uma ótima noite...

    Bjooooooooooooooo............

    http://amigadamoda.blogspot.com


  9. A. Reiffer Says:

    Razão ou emoção, eis a questão! Abraços!


  10. Com o tempo eu fui aprendendo a não esperar demais, a nao confiar demais, à tudo de menos.. e sim, é verdade, a dor depois é menor.


  11. Eu preciso ser menos mas, não quero mais!

    Beijos, Ju!


  12. Texto forte, emocionado...e emocionante! Parabéns Juliana.
    Fiquei feliz de voltar aqui. Beijo imenso e um belo e feliz findi.


  13. Cleice Souza Says:

    Mas... é como escreveu certa vez a Ana Jácomo:
    "Eu até já tentei ser diferente, por medo de doer, mas não tem jeito: só consigo ser igual a mim."

    abraço
    :)


  14. leonel Says:

    Acredite... tu não és a única... e, ainda assim, às vezes dói, como se fôssemos diferentes... ao menos, pra mim é assim...


  15. Vim correndo ... e fiquei encantada com tudo aqui!


    te deixo um pé de amor!


    beijocas de luz!


    *


  16. Déya Says:

    Idem !

    adorei...

    beijos ..

    Andréya


  17. És intensa e verdadeira.
    Embora tenha aspectos negativos, os positivos compensam largamente.
    Beijos, querida amiga chorona... rs...


  18. Tangerina Says:

    me achei em cada linha! umas menos, outras com tamanha identificação.


    abreijos.


  19. Malu Says:

    Juliana,


    Tb me considero intensa ...
    Será defeito ??? Rsrs .

    Amei seu blog !


    Bjo Grande.


  20. ♥JÔ♥ Says:

    Como diria Carpinejar:
    "Sofro e me alegro mais do que dou conta!"
    Não, não se trata de um defeito...mas também não é fácil viver dessa forma tão intensa!
    Passando pra conhecer teu espaço...
    Sigo te lendo =)
    abraços


  21. Suzi Says:

    .

    Olá, Juliana!

    Seja muito bem-vinda!

    Te sigo também.

    Me identifiquei bastante com teu texto. Também sinto demais, queria sentir 'de menos'.

    Sentir em demasia, machuca, dói e nos põe sempre à beira de abismos.


    Me encantei com tudo por aqui. Parabéns!

    .
    .


  22. Olá!!!
    Gostei do blog que
    Vou seguir... muito lindo mesmo"!
    Sobre o texto: Muito bonito.
    Me segue lá tambem:
    http://nostudinhos.blogspot.com/
    "(*_*)"


  23. Evanir Says:

    Sou mais uma que gostou do seu blog .
    Como li antes de seguir você acho uma monstruosidade o que fizeram contigo.
    Eu não sei escrever um belo texto nada dos meus blogs é meu .
    Eu respeito direito autorais é triste saber que pessoas saem pela net tirando pedaços de textos que significa para o autor um pedaço deles mesmos.
    Sigo vc carinhosamente.
    Um lindo final de semana.
    beijos,Evanir.
    www.fonte-amor.zip.net

    http://www.aviagem1.blogspot.com/


  24. Sei que talvez isto não seja desculpa... mas não. Não.
    Não sejas menos.
    Em nada.

    O céu é o único limite. A vida deve ser sorvida, o vento deve ser sentido.
    E se for preciso chorar... choremos então.
    Só assim o rir terá o verdadeiro significado.

    Tudo de bom para ti,
    Rolando


  25. .

    Bem-vinda no 'Retalhos' também, Juliana.

    Te sigo duplamente. rsrs


    Beijos e sorrisos muitos

    =)


    .


  26. Ser na medida certa, acho que não cabe muito a nós mulheres, pois sempre vivemos intensamente tudo que colhemos no caminho por onde trilhamos.
    É de nossa natureza ser assim, concordo que seria bem mais fácil de fosse-mos mais práticas!
    Beijo e sigo te acompanhando.
    Obrigada pela visita!


  27. Dri Says:

    Oi Linda...

    Amei seu blog e sigo-te.

    Por incrivel q parece hj postei algo que interage e desconecta do que vc postou.
    Mas é tudo natureza humana!! rs
    Te convido a ler,(http://calmaamor.blogspot.com/2011/02/sigo-vida-conforme-o-roteiro-sou-quase.html) o texto é da Fernanda Mello.

    Beijos

    Dri

    http://calmaamor.blogspot.com


  28. Oi Ju
    Sou um pouco como você, não consigo ser meio em nada. Quando quero, quero por inteiro. É muito difícil mudar isso, até já tentei.
    Bjux


  29. Muito lindo seu blog amei e ja estou seguindo bjaõ flor;*


  30. I.B.G. Says:

    Helloooo. Your blog is very nice. I liked it. I have very interesting blogs. You should visit and follow my blogs. Thanks.

    http://antalya-magnificent-city.blogspot.com/

    http://turkicfamily.blogspot.com/

    http://tulparturkdunyasi.blogspot.com/


  31. Morena Says:

    Amei tudo por aqui!

    Estou seguindo!


    Beijos!


  32. Tenha uma linda semana querida. Beejo,beejo. =)


  33. Pérola Says:

    Mas como abandona o blog assim? pode ir postando! rsrs
    beijão